Pular para o conteúdo principal

Isaac Newton

O pai da Física e as Leis de Newton.
"Se eu vi mais longe, foi por estar sobre ombros de gigantes."

 http://geniosdaciencia.bioorbis.org/2019/02/isaac-newton.html
Isaac Newton. Fonte da imagem: Superinteressante.

Nome: Isaac Newton

Nacionalidade: Inglês

Nascimento: 25 de dezembro de 1642
Local: Woolsthorpe-by-Colsterworth, Inglaterra

Morte: 31 de março de 1727 (84 anos)
Local: Londres

Área: Ciência

Orientadores: Isaac Barrow e Benjamin Pulleyn

Orientado: Roger Cotes, Willam Whiston

Contribuições: Matemática, óptica, Lei da gravitação universal

Conhecido por: Philosophiae Naturalis. Principia Mathematica. Leis de Newton

Quando perguntaram, certa vez, a Isaac Newton como fizera suas grandes descobertas, ele respondeu: "Pensando sempre nelas". Também se conta que teria dito: "Mantenho o tema constantemente diante de mim e espero que os clarões da alvorada, pouco a pouco, se transformem em plena luz".



Essa capacidade de concentração é uma qualidade peculiar do gênio de Newton e se ajusta muito bem ao seu caráter e personalidade. Pois ele foi um homem solitário, sem amigos próximos ou íntimos, sem confidentes. Nunca se casou e passou a juventude sem pai (que morreu antes de seu nascimento, no natal de 1642) e sem mãe (que se casou dois anos depois e deixou o filho para ser criado por uma avó idosa).

AS LEIS DE NEWTON


As leis de Newton constituem os três pilares fundamentais do que chamamos Mecânica Clássica, que justamente por isso também é conhecida por Mecânica Newtoniana.

1ª Lei de Newton - Princípio da Inércia


Quando estamos dentro de um carro, e este contorna uma curva, nosso corpo tende a permanecer com a mesma velocidade vetorial a que estava submetido antes da curva, isto dá a impressão que se está sendo "jogado" para o lado contrário à curva. Isso porque a velocidade vetorial é tangente a trajetória.

Quando estamos em um carro em movimento e este freia repentinamente, nos sentimos como se fôssemos atirados para frente, pois nosso corpo tende a continuar em movimento. 

Estes e vários outros efeitos semelhantes são explicados pelo princípio da inércia, cujo enunciado é: "Um corpo em repouso tende a permanecer em repouso, e um corpo em movimento tende a permanecer em movimento." Então, conclui-se que um corpo só altera seu estado de inércia se alguém ou alguma coisa aplicar nele uma força resultante diferente de zero.

2ª Lei de Newton - Princípio Fundamental da Dinâmica


Quando aplicamos uma mesma força em dois corpos de massas diferentes observamos que elas não produzem aceleração igual. A 2ª lei de Newton diz que a Força é sempre diretamente proporcional ao produto da aceleração de um corpo pela sua massa, ou seja: 


ou em módulo: F=ma 

Onde: 

F é a resultante de todas as forças que agem sobre o corpo (em N); 

m é a massa do corpo a qual as forças atuam (em kg); 

a é a aceleração adquirida (em m/s²). 

A unidade de força, no sistema internacional, é o N (Newton), que equivale a kg m/s² (quilograma metro por segundo ao quadrado).

Exemplo: Quando um força de 12N é aplicada em um corpo de 2kg, qual é a aceleração adquirida por ele? 

F=ma 

12=2a 

a=6m/s² 

3ª Lei de Newton - Princípio da Ação e Reação


Quando uma pessoa empurra um caixa com um força F, podemos dizer que esta é uma força de ação. mas conforme a 3ª lei de Newton, sempre que isso ocorre, há uma outra força com módulo e direção iguais, e sentido oposto a força de ação, esta é chamada força de reação.

Esta é o princípio da ação e reação, cujo enunciado é:

"As forças atuam sempre em pares, para toda força de ação, existe uma força de reação."

Para saber mais sobre Isaac Newton, veja neste link: 

Para finalizar veja um vídeo do canal Hexag Medicina, sobre Física - Leis de Newton:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marie Curie

Leonardo da Vinci

Charles Darwin