Pular para o conteúdo principal

Louis Pasteur

Muitos aprendem, desde a escola primária, a ridicularizar a noção de "geração espontânea".

 http://geniosdaciencia.bioorbis.org/2019/02/louis-pasteur.html

Nome: Louis Pasteur.

Conhecido por: Criação da pasteurização. 

Nascimento: 27 de dezembro de 1822, Dole, França. 

Morte: 28 de setembro de 1895 (72 anos), França. 

Prêmios: Medalha Rumford (1856). Medalha Copley (1874). Medalha Leeuwenhoek (1895). 

Área: Medicina, química.



O cientista francês Louis Pasteur (além de outros, antes e depois), com suas experiências, enterrou definitivamente a ideia de que mofo, bolor, larvas de moscas e mosquitos ect. surgiram do nada. Por toda parte havia seres microscópicos, invisíveis ao olho humano, como bactérias, fungos, esporos, vírus, protozoários etc.



Seu empenho lhe rende alguns anos depois, ser convidado para assistente do mestre Balard, recém nomeado para a Academia de Ciências, e de quem Pasteur se torna um pilar nas atividades. Aí é convidado ainda para um trabalho em comum com August Laurent sobre uma teoria que já o interessava denominada das ‘substituições’, o que lhe permite, pelas investigações químicas, conhecer certas formas cristalinas dos ácidos tartáricos e dos tartaratos em geral. Após seu casamento com Marie Laurent e algum tempo em Estrasburgo como professor de química da Faculdade, volta à Academia de Ciências e se consagra ao laboratório rejeitando candidatar-se a vagas na Seção de Física ou de Química, empenhando-se cada vez mais a experiências que visavam modificar a forma cristalina de certas substâncias químicas. Consegue após viagens ao exterior, e intensas pesquisas, desvendar o famoso ácido racêmico.

Para saber mais sobre o Pasteur, clique AQUI.

E para finalizar veja um vídeo do canal Brasil Escola, sobre Louis Pasteur - Brasil Escola:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marie Curie

Barbara McClintock

Leonardo da Vinci